0R$ 0,00
Item Quantidade Preço
xxxxx
0,00

Como Organizar um Kit de Ferramentas

Um kit de ferramentas é algo sempre necessário. Tem de estar à mão e organizadas para que possamos fazer uso delas na hora da emergência. Por isso, vamos te ajudar a montar um conjunto básico que atenda a várias necessidades.

 

Como organizar? 

Numa caixa ou maleta que seja de fácil transporte, pode ser de plástico, ferro ou madeira. Escolha uma resistente e com espaço adequado a todas as ferramentas e acessórios. Deixe em local seguro e visível. Potes plásticos também são ótimos para organizar e guardar pregos, buchas e parafusos.

 

Sugestão de itens

1. Jogo de Chaves de Fenda e Chave Philips: prefira comprar um jogo completo com 3 a 5 medidas diferentes para cada jogo e que seja de material resistente. A primeira é  usada para girar, apertar ou afrouxar parafusos com fenda. A segunda usada em parafusos tipo Philips ou estrela, é comum em eletroeletrônicos e eletrodomésticos. Verifique se possuem cabos anatômicos, de material resistente e sem rebarbas.

2. Alicates de Corte e de Pressão: um é para corte de fios e outro para apertar, se preferir pode ser um alicate universal ele corta fios, cabos e arames, além de apertar e retir pregos. O cabo dessa ferramenta deve ser reforçado e emborrachado, para evitar choques e a alta tensão.

3. Chave de Boca ou Estrela: utilizada em porcas de parafusos, tem forma de “U”, com tamanhos diferentes em cada ponta. O cabo deve ter tamanho suficiente para a mão conseguir segurá-la confortavelmente. Tenha um jogo com pelo menos seis tamanhos diferentes.

4. Chave de Grifo: usada para desapertar porcas, esta ferramenta ajuda na instalação de itens como torneiras de banheiro. É uma chave de boca com regulagem. Para o seu kit, escolha uma média que alcance uma abertura até 50 mm.

5. Chave Inglesa: é uma ferramenta que facilita mecanicamente a aplicação do torque para girar parafusos e porcas.

6. Martelo: quanto mais pesado, menos força você precisará ao bater. Escolha um que tenha o cabo de 15 a 25 cm de comprimento para servir como alavanca e que já possua uma bifurcação na ponta para retirada de pregos.

7. Pregos de aço (10 e 15 mm), parafusos com buchas  (6 a 8 mm), porcas e arruelas: tenha variedades e organize por tamanho e tipo.

8. Furadeira e brocas: compre apenas se for utilizar com frequência. Ela perfura diversas superfícies de parede, madeira e metais. O recomendado é possuir cinco brocas para madeira e outras cinco para concreto.

9. Serra e Serrote: para corte de madeira, metal, alumínio e plástico, como tubos de PVC. Verifique se a lâmina está reta. Quanto maior for a serra ou o serrote, menor a força que tem que ser empregada. Este equipamento não é tão prioritário, mas é sempre útil para quem mora em casa, e para quem gosta de consertar.

10. Estilete e Tesoura: ideal para diversos tipos de corte.

11. Trena: escolha a mais simples, pois duram mais – com uma borda de metal na ponta e com pelo menos um centímetro de largura para estabilizar mais facilmente quando aberta.

12. Lápis Carpinteiro e Régua: indispensáveis para fazer marcações. Tenha-os sempre em sua caixa de ferramentas.

13. Lanterna e pilhas: você pode ter dois modelos de tamanhos diferentes – uma bem pequena, versátil e fácil de ser transportada, e outra grande, de maior potência e autonomia, que também pode ser usada para imprevistos. As lanternas LED recarregáveis são as melhores. Gastam muito pouca energia e recarregam em qualquer tomada elétrica.

 

Outros Acessórios para Caixa de Ferramentas

  • Nível: indicada para alinhar a instalação de quadros, prateleiras, armários, perfurar paredes e outros objetos.
  • Fitas: são sempre muito úteis nos reparos domésticos. Tenha a isolante, veda-rosca e crepe: a primeira serve como isolante elétrico para cabos e instalações elétricas. A segunda é utilizada para eventuais vazamentos em canos. E a última é multiuso, entre outras funções, pode ser usada para forrar paredes na hora da pintura.
  • Cola de madeira e cola instantânea: muito útil em pequenos reparos.
  • Multímetro ou chave de teste: faz a medição e avaliação das correntes elétricas.
  • Extensão e benjamins: utilizada em equipamentos com cabos curtos.
  • WD-40: é um óleo utilizado como limpador, lubrificante e como solução anticorrosiva.
  • Escada: para consertos em locais altos.

 

Como Conservar Ferramentas

  • Nunca limpe com água para evitar ferrugem;
  • Nas partes metálicas, limpe com graxa ou vaselina, mas não passe estes materiais nos cabos para não deixá-los escorregadios;
  • Existem no mercado vários sprays anti-ferrugem que garantem a boa manutenção da sua ferramenta;
  • Na maioria das vezes, passar um pano seco basta.

 

Fonte: Faz Fácil | Kalinka Carvalho